segunda-feira, 2 de maio de 2016

Orlando Morais estreia novo show em Paris e fala sobre a mulher, Gloria Pires






Orlando Morais, de 54 anos, costuma dizer que já tem uma carreira de cinco décadas. "Sei que não pega bem falar assim, mas comecei a tocar piano aos 4, já sabia o 'Hino Nacional'", diverte-se o marido de Gloria Pires, que está prestes a realizar um grande sonho: cantar na Quadra da Portela, em Madureira, dia 11, às 21h (ingressos podem ser adquiridos mediante troca por 1kg de alimento não perecível). "Monarco vai dividir o palco comigo e será com uma música minha", diz, todo orgulhoso.  
O intuito da nova turnê do cantor e compositor, 'Orla Mundo', é justamente agregar músicos dos países pelos quais o show vai passar, como Mali, Madasgacar, China e Argentina. A estreia é dia 6, em Paris, onde as apresentações estão sendo ensaiadas. "Não tenho essa coisa de preferir a França ao Brasil. Detesto essas bandeiradas. Sou feliz em qualquer lugar", jura ele, que tem uma residêndia na capital francesa. 


Cheio de novas composições no roteiro das apresentações, Orlando confessa que Gloria Pires é fonte de inspiração de muitas delas. "Ela é uma pessoa muito especial, séria, consciente do que faz. É o meu amor, sempre inspiradora. Já são 28 anos de casamento", ele faz as contas. Sobre o recente episódio envolvendo a atriz, criticada por sua "rasa" cobertura do Oscar, Orlando argumenta: "Achei a repercussão descabida. Ela só não viu alguns filmes, documentários que não estavam disponíveis ainda. É fácil mentir, dizer que adorou isso ou aquilo. Mas Gloria é a glória dos brasileiros. É séria, não fica botando tempero." 

Coruja como todo pai, Orlando conta que vem admirando muito o trabalho da filha Antonia Morais, que se lançou como cantora ano passado. "Eu a respeito. Ela se trancou no quarto e fez tudo sozinha, só me mostrou quando estavam prontas as músicas. Antonia é solitária, parecida comigo. Tenho cuidado ao opinar. Mixou as faixas sozinha, tocou todos os instrumentos, comprou um microfone. Acho bem bacana o som dela", derrete-se.

Fonte:

Nenhum comentário: