sexta-feira, 12 de outubro de 2018

De produtora a youtuber, Gloria Pires dá um tempo na TV para alçar novos voos… E contou tudo para Glamurama


Gloria Pires, 55 anos, decidiu alçar novos voos. Uma das maiores atrizes da TV brasileira de todos os tempos, ela é do tipo que adora desafios. Dona de um radar apuradíssimo, sempre ligada em tudo o que acontece a seu redor, ela acompanhou as mudanças e acumulou novas funções à sua gloriosa – sem trocadilhos – carreira: a de empresária, com o lançamento do charmoso e-commerce Bemglô, que tem como foco consumo sustentável e um conteúdo de lifestyle, e a de youtuber, com o programa “Quarta Gloriosa”, onde recebe convidados para debater temas relacionados à cultura, ecologia e lazer. Outra novidade em sua rotina é que ela está envolvida, pela primeira vez, na produção de um projeto. Trata-se do filme “Enquanto Anoitece” (título provisório), que começa a ser rodado no fim deste mês. A má notícia é que Gloria só volta para as novelas em 2020, no terceiro remake de “Éramos Seis”, na pele da icônica matriarca Dona Lola. Abaixo, Glamurama destrincha todas essas novidades em um papo ótimo com Gloria.

Glamurama: O aprimoramento da Bemglô e o lançamento do “Quartas Gloriosas” marcam uma nova fase de sua vida? 
Gloria Pires: “Com certeza. Muito antes das redes sociais existirem, a comunicação sempre me chamou a atenção. E comunicar uma ideia com suavidade, educação e sem julgamentos, sem o viés sensacionalista usado desde o início da descoberta do marketing – sou completamente avessa a isso -, é um mundo novo. Sinto que é um dever passar experiências que tive a quem está comigo, se interessa por mim e pelo meu lifestyle. Com muita atenção e respeito, estamos encontrando a melhor maneira de fazer isso. A palavra de ordem é respeito e inclusão, e são essas as nossas diretrizes. O intuito é ficar próximo do público, fazer da ‘Quarta Gloriosa’ um papo íntimo. Ali não sou uma personagem e sim uma representação de coisas que acredito, que quero falar para as pessoas, e promover essa integração.”

Glamurama: Em quais áreas você é mais ativa? 
Gloria Pires: “Fico muito atenta às coisas que estão sendo faladas fora do país, sempre que viajo procuro trazer novidades e dou meus pitacos. É muito mais uma consultoria do que uma coisa real. A parte que mais atuo é no ‘Quartas Gloriosas’, sou eu quem escreve os roteiros dos episódios.” 

Glamurama: Participa da curadoria de produtos da Bemglô? 
Gloria Pires: “Minha sócia Betty [Prado] faz essa parte e eu participo, e dou meu ponto de vista. Tenho um grupo de artesãos que faz bijoux com coisas com latinhas de alumínio que são meu xodó. Com a rede ASTA trabalhamos com muitos grupos de artesãos, e eu sou tão fascinada que comecei a sugerir coisas, pedi para fazerem braceletes e colares, ideias hiper simples e com um resultado divino. Aqui no Brasil estamos muito habituados a ver o artesanato como uma coisa menor e o que a gente quer é fazer ele ganhar espaço. Nada mais precioso do que algo feito com o tempo e talento das pessoas.” 

Glamurama: Você é muito consumista? Qual é seu ponto fraco na hora das compras? 
Gloria Pires: “Não sou. Vou muito pelo meu sentimento pela peça. Acho interessante o que a consultora japonesa Marie Kondo, que faz da arrumação uma terapia, diz sobre reconhecer o valor do que você tem e fazer a si mesmo perguntas como: o que você tem te dá alegria? O que aquele objeto te traz? Se é algo neutro, tanto faz estar ou não com você, e eu sempre levei isso em conta. Quando a gente é jovem e começa a ganhar dinheiro e ser independente é meio levado por uma ideia de que precisa ter muitas coisas, mas hoje, aos 55 anos, sei exatamente o que eu preciso ter. Não preciso de nada que não tenha na minha casa, entre quatro paredes, mas algumas coisas tocam meu coração. Pode ser uma tela, um livro, uma bijoux, uma roupa… Não levo muito em conta, não sou uma pessoa consumista – nem tenho tempo para isso – e não uso o consumo para preencher algum vazio na minha vida. Compro quando preciso ou quando algo ‘pisca’ para mim.” 

Glamurama: Pretende crescer com este formato, aumentando suas postagens ou até levá-lo para a TV? 
Gloria Pires: “Não sei se levar para a TV, precisamos primeiro ver como isso vai se desenvolver. Mas acredito que torná-lo semanal será viável. Até agora o resultado tem sido ótimo. Fiquei muito satisfeita, tenho recebido um feedback muito legal, isso incentiva!” 

Glamurama: Quando a teremos de novo em algum novo projeto como atriz? 
Gloria Pires: “No fim deste mês começamos a filmar o primeiro longa em que, além de atuar, também produzo: ‘Enquanto Anoitece’, ainda um título provisório. Ele conta a história de uma detetive que está prestes a se aposentar e descobre que tem Alzheimer no meio de um conflito onde ela será colocada realmente a prova. É uma história muito interessante de Luiz Eduardo Soares com roteiro dele em parceria com Thiago Dottori, Newton Cannito e Fernanda Capuã, e direção de Pedro Peregrino. Todo mundo está muito envolvido na questão do Alzheimer, e agora estamos fechando o elenco, fazendo algumas leituras.” 

Glamurama: Como surgiu a ideia de produzir também? 
Gloria Pires: “Desde muito tempo me interesso por isso, na questão de escolher quem vai fazer o que, os atores, a pegada do roteiro, como lidar com o orçamento…. São coisas novas para mim, mas é uma área onde sempre tive vontade de atuar porque é onde você vê a cara do projeto. É a produção que orquestra tudo! É trabalho dobrado, mas estou feliz. É muito bom poder chamar os atores que admiro – apesar de não estar fácil escolher o elenco pois todos estão trabalhando muito, o que é ótimo. Nosso mercado está bastante aquecido, todo mundo está produzindo muito, e isso só faz tudo ficar melhor. Toda essa adrenalina criativa vai gerar um material que, espero, sirva para que as pessoas se divirtam e também tenham algo para elaborar em casa, depois da pipoca.” 

Glamurama: Já sabe qual será sua próxima novela? 
Gloria Pires: “Silvio de Abreu me convidou para um mega sucesso que já vai para seu terceiro remake, ‘Éramos Seis’, e eu aceitei, lógico! Adoro o Sílvio, ele é um parceirão, um grande ator e uma grande pessoa. Isso me interessa muito, trabalhar com pessoas inteligentes, interessantes e que não estão acomodadas. Serei a Dona Lola, matriarca da família, e as gravações começam no fim de 2019, com previsão para ir ao ar no início de 2020.” 

Glamurama: Estamos vivendo um momento histórico e muito difícil no Brasil. Você tem refletido sobre o assunto, discutido com amigos e familiares? 
Gloria Pires: “Ninguém está imune. Acho que é um reflexo dessa situação toda que estamos vivendo. As coisas não acontecem separadamente. É um pouco assustadora a possibilidade de tanto retrocesso, mas ao mesmo tempo nos leva a pensar em como temos agido até aqui e como será daqui para a frente. Estou preocupada, como toda a nação, rezando diariamente para que a gente tenha paz e, independente do resultado, consiga melhorar a nossa convivência, aceitação, inclusão e respeito ao outro. Sinceramente não consigo imaginar um futuro olhando para trás. Temos que olhar para o passado para ver os erros e seguir em frente. Precisamos de mais direitos, de uma contemplação das diversidades, respeito às praticas e crenças religiosas – isso é extremamente importante, ainda mais aqui, um país ainda com muita desigualdade, e a essa altura a gente precisa se ver como uma pátria. Não somos inimigos, somos integrantes da mesma nação.” 

Glamurama: Além da Cleo e da Antonia, Bento e Ana também pensam em seguir carreira artística? 
Gloria Pires: “Bento só pensa em futebol e Ana está muito envolvida com música, e já disse que é o que quer estudar. Ela é muito na dela e tem uma maneira muito autoral de cantar. Antonia está em outra fase, estudando em Los Angeles, e Cleo se lançando nessa carreira de cantora e produtora musical, desbravando novas fronteiras, e está ótima na novela ‘O Tempo Não Para’. Todos estão bem, cada um no seu tempo, no seu estilo, e eu prezo muito isso. A diversidade e a liberdade são os maiores presentes que a gente pode ter, a cultura é feita disso. Com uma família que é formada por um pai que é ator e cantor, e agora casada com um cantor compositor, com filhos artistas, é dessa forma que eu vejo como as coisas devem ser.” 

Glamurama: Você está muito bonita! Como se cuida? 
Gloria Pires: “Cuido muito da minha alimentação há bastante tempo, evito alimentos industrializados, procuro ter uma prática física qualquer – há cinco anos treino com um educador que amo de paixão, o Rover Lima -, e há mais de um ano sigo a dieta Gracie, da família Gracie. Tenho me sentido maravilhosa no dia a dia. Meus médicos são meus amigos… Não compartilho da ideia de que médico não precisa participar da intimidade do paciente. Meus médicos frequentam a minha casa, muitas vezes recorro a eles para falar até sobre coisas que vão além da saúde! (Risos) Digo que eles me ajudam com os cuidados que precisamos ter com essa máquina perfeita que é nosso corpo. Além disso, estou em uma tentativa intensa de conseguir rezar o terço ou meditar – algo que abra um espaço na minha cabeça, porque realmente a demanda de trabalho está muito intensa e muitas vezes me sinto até um pouco oprimida. Também tenho acompanhamento de uma fisioterapeuta, a Carla Folly, que faz um treinamento de força, equilíbrio e elasticidade, e com um ortomolecular que equilibrou bastante minha saúde. Não pretendo ser uma menina velha, mas uma velha saudável, que consiga fazer exercícios, nadar, tomar um sol, curtir meus netos – que tenho fé que virão em algum momento – e continuar aprendendo.” (Por Julia Moura)

Fonte:

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Escolha por Gloria Pires para ser a 5ª Dona Lola de 'Éramos Seis' é perfeita.

Fonte: Reprodução "Tele Padi"
Link Original, AQUI


Gloria Pires será Dona Lola, personagem icônica que foi de Gessy Fonseca, em 1958,  Cleyde Yáconis em 1967 (Tupi), Nicette Bruno em 1977 (Tupi) e Irene Ravache em 1994 (SBT) em “Éramos Seis”.
A Globo comprou os direitos do roteiro desenvolvido por Silvio de Abreu, atual chefe do núcleo de teledramaturgia da Globo, e Rubens Ewald Filho sobre o romance original de Maria José Dupret, usado nos dois últimos remakes.
Agora, começa a ganhar forma a produção desta quinta versão da história de Dupret, publicada em livro em 1943. Era grande a expectativa sobre a escolha pela nova Dona Lola, e já que a personagem pede uma atriz de grande relevância, era necessário reservar desde já um nome, evitando sua escalação para séries e novelas no próximo ano.
A escolha por Glória é bastante acertada porque a atriz, que tem 55 anos, aparenta bem menos, e pode perfeitamente se fazer passar por alguém com 20 anos a menos ou 20 anos a mais, como já demonstrou, só por obra de maquiagem. A história cobre a vida de dona Lola desde que os filhos eram pequenos, até sua velhice, sozinha, em uma casa de repouso – e daí o termo “éramos seis”, para quem ficou só.
A nova versão de “Éramos Seis” está prevista para 2020. Elizabeth Savalla está cotada para o papel de Dona Genu, a vizinha fofoqueira de Lola, e Cleo Pires poderá ficar com o papel de Isabel, filha de Lola. A adaptação está nas mãos de Angela Chaves, que escreveu “Os Dias Eram Assim”, e de seu diretor, Carlos Araújo.
Título que inaugurou a melhor fase de teledramaturgia do SBT, sob o comando de Nilton Travesso, “Éramos Seis” foi a mais bela produção do gênero já realizada pelo SBT, reunindo nomes como Othon Bastos, Osmar Prado, Denise Fraga, Tarcísio Filho, Jandir Ferrari, Bete Coelho, Yara Lins, Marcos Caruso, João Vitti, Umberto Magnani, Elizangela, Nathalia Timberg .
Retrato da versão do SBT, com Irene Ravache e Othon Bastos, e os filhos: Tarcísio Filho, Luciana Braga, Jandir Ferrari e Leonardo Brício / Divulgação
A produção foi também a maior audiência que o SBT já alcançou em novelas, chegando a superar a casa dos 20 pontos em seus últimos capítulos.
Foi naquela versão de “Éramos Seis” que Ana Paula Arósio estreou como atriz, ainda em breve participação especial, o que levou a emissora a bancar um curso de interpretação para a então modelo, a fim de tê-la em cena por uma produção inteira – o que viria a acontecer dali a dois anos, em “Razão de Viver”.
Outro lançamento de “Éramos Seis” atendia por Caio Blat, ainda menino, como um dos filhos de Lola na primeira fase da história, que tinha também Wagner Santisteban (hoje, genro de Glória Pires, aliás, presente no elenco de “O Tempo Não Para”).
Ainda crianças, Wagner Santisteban (à esq.) e Caio Blat (em pé)
“Éramos Seis” conta a história de Dona Lola e sua família, uma bondosa e batalhadora mulher que faz de tudo pela felicidade de sua família. É esposa de Júlio, um vendedor, com quem tem quatro filhos: Carlos, Alfredo, Julinho e Isabel. A obra cobre cerca de duas décadas, iniciando nos anos 1920, no período final da República Velha, até os anos 1940, no contexto da 2ª Guerra e dos anos finais do Estado Novo.
Esse pano de fundo histórico não é mero enfeite no enredo – ao contrário, tem até um certo protagonismo e inclui outros conflitos vividos pelos personagens na São Paulo da época. Na produção do SBT, um trilho de bonde e os lendários casarões da Avenida Angélica daquele começo de século foram reproduzidos em cidade cenográfica na atual sede da rede de Silvio Santos, na rodovia Anhanguera.
As grandes transformações sociais do período, com foco no comportamento e nos costumes, também têm grande relevância na narrativa.
A vida de Dona Lola é narrada desde a infância das crianças, quando Júlio trabalha para pagar as prestações da casa onde moram, justamente na Avenida Angélica, na vizinhança do Parque Buenos Aires, e segue até a velhice da protagonista.
Lola ficará viúva. (Perdão pelo spoiler, mas, veja, esta é a quinta vez que a história será contada, ou sétima, considerando o livro e um filme já feito sobre o enredo). Comunista, Alfredo, um dos filhos, sumirá pelo mundo. Isabel se casa com Felício, um homem desquitado, e Julinho ascende à alta sociedade, ao se casar com moça de família abastada do Rio. Mas triste mesmo será a perda do primogênito, Carlos, vítima de  doença.

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Gloria Pires viverá Dona Lola no remake de Éramos Seis

Está definida a protagonista do remake de Éramos Seis na Globo. 

Em entrevista ao TV Fama, Gloria Pires confirmou que viverá Dona Lola na produção de Maria José Dupré. 

Gloria Pires

A Globo adquiriu os direitos da obra e fará uma adaptação para o horário das seis. De acordo com a atriz, a novela está confirmada na grade da emissora em 2020. 

A autora responsável pela produção é Angela Chaves, que já entregou dois blocos de capítulos para o canal. Agora, a trama está em processo de escolha de elenco. 

Éramos Seis terá versão diferente na Globo. A ideia da Globo é fazer uma adaptação diferente da obra que já virou novela na RecordTV, em 1958, bem como na Tupi (1967) e o SBT (1994). A versão do SBT, inclusive, fez o maior sucesso na época, contando com Irene Ravache como personagem principal. 

Justamente para distanciar sua obra da concorrente, a Globo já descarta a escalação de atores que estiveram na adaptação do SBT. 

Curiosamente, o autor responsável foi Silvio de Abreu, responsável atualmente pelo setor de teledramaturgia da Globo. A nova Éramos Seis pode contar com novas situações, mas todo o conceito da obra será mantido. Carlos Araújo é o diretor responsável. 

Com a confirmação no papel de Dona Lola, Gloria Pires voltará às novelas como protagonista. A atriz terá um bom descanso após atuar em O Outro Lado do Paraíso, trama na qual viveu a problemática Elizabeth. Além disso, vale destacar que a última novela das seis de Gloria também foi um remake: Anjo Mau, em 1997. Na clássica obra de Cassiano Gabus Mendes, ela viveu a babá Nice, que já havia sido interpretada por Susana Vieira em 1976. 

Agora, a atriz encara um novo trabalho com uma personagem desafiadora e cheia de nuances.




Fonte:

sábado, 29 de setembro de 2018

Canal Brasil - Entrevista especial com Gloria Pires

Atriz celebra 50 anos de carreira em 2018 com o desafio de produzir um longa-metragem




Para assistir a entrevista na íntegra CLIQUE AQUI

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Gloria Pires fala de estreia como produtora de cinema "frio na barriga"

Atriz falou do novo desafio da sua carreira durante o Prêmio Profissionais do Ano, na noite desta quinta-feira (27), em São Paulo. 


Gloria Pires está sempre se reinventando! A atriz, que completou 55 anos recentemente e fez uma festa com toda a família presente, contou à QUEM o novo desafio da sua carreira: ser produtora de cinema. 

"A gente começa a filmar no fim de outubro. Estou com muito frio na barriga, com borboletas no estômago. As dificuldades ainda vão ainda acontecer, porque não começamos a rodar. No momento, ainda está mais fácil. É uma função nova para mim, além de atuar, eu vou produzir", declarou a estrela no Prêmio Profissionais do Ano, em São Paulo, na noite desta quinta-feira (27). 


O longa ainda não tem data de estreia e nomes definidos, mas Gloria adiantou um pouco do roteiro e sua personagem. "O Marco Rica é um nome conhecido confirmado. O restante, nós ainda estamos fazendo testes. O nome provisório do filme é Enquanto Anoitece. A minha personagem se chama Lúcia, ela é uma detetive da polícia civil que vai se ver envolvida em um caso com objetivo de incriminá-la de alguma forma, prestes a aposentar e ela vai descobrir uma doença", explica. 

Ao ser questionada sobre o seu segredo de beleza, a atriz atribuiu ao seu estado de espírito. "Primeiro tem uma atitude disponível, sempre aberta ao desconhecido, de querer coisas novas, desafios. Acho que isso tudo traz uma juventude para gente. Estou sempre na corda bamba. Eu sou feliz, completa, realizada com tudo que eu tenho. Mas eu ainda espero os meus netos, que ainda não vieram", concluiu.













Fonte:

sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Gloria Pires é a entrevistada de sábado do "Cinejornal" no Canal Brasil

De: Anderson Ramos


Simone Zuccoloto entrevistou a Gloria Pires para a edição de sábado, 8 de setembro, do “Cinejornal” do Canal Brasil. A atriz, que em 2018 completa 50 anos de carreira – Glória começou a atuar com 5 anos de idade –, fala sobre sua estreia no cinema, em Índia – A Filha do Sol (1982), e seus papeis preferidos, Nise da Silveira, em Nise – O Coração da Loucura (2016) e a arquiteta Lota de Macedo Soares, em Flores Raras (2013). 

Gloria contou ainda sobre o filme que está produzindo. “Esse tempo todo como atriz, observando muito, acabou me levando pra isso. Enquanto Anoitece, é título provisório. Vou produzir com minha sócia, a Daniela Busoli, a direção vai ser do Pedro Pelegrino, o roteiro do Luiz Eduardo Soares. Fui convidada pelo Pedro. Vou começar a rodar no final do ano. É uma história de suspense, um policial. É uma mulher que está na maior crise da vida dela, tendo que lidar com uma série de questões, ela se vê numa mega crise em todos os setores e tem que dar conta disso tudo. A gente discute tudo, o roteiro, orçamento, estou muito envolvida. Ainda não temos elenco fechado, mas já estamos de olho em vários atores”, explica.

CineJornal no Canal Brasil as 21h dia 08/09

Fonte:

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

#TrajetóriaDeGloria - 50 anos de ARTE e 55 anos de VIDA

Em especial aos 50 anos de carreira e 55 anos de vida da nossa atriz preferida, fizemos esse post resumindo carinhosamente a sua trajetória, com fotos, curiosidades, cenas marcantes e sinopse das histórias das personagens vividas por Gloria Pires. 💕 

Abrimos a cortina para...
 
♪"Tudo começou a um tempo atrás..." ♪ em A Pequena Orfã’. Foi a primeira vez em que Glorinha apareceu em frente às câmeras, aos 5 anos. 
Ela havia sido convidada para integrar o elenco das crianças do orfanato, cuidado pelo Velho Gui interpretado pelo diretor Dionísio Azevedo, mas problemas de saúde afastaram Gloria da novela. 📺

🗨“Depois que o Dionísio Azevedo a chamou para atuar na novela "A pequena órfã", não houve mais quem a tirasse da TV.” Elza Pires, mãe de Gloria - O Globo 1990 


Para a nossa alegriaaa!

Em "Sombra Suspeita" a menina, ainda conhecida por Gloria Maria, fez a sua primeira personagem. Gloria Pires, na época com 8 anos de idade, deu vida à pequena Ângela em uma rápida, mas significativa participação. 
Sua personagem era assassinada, e o protagonista, vivido por Francisco Cuoco, foi acusado injustamente de ter cometido o crime.

Foi na primeira versão de 'Selva De Pedra' em 1972, novela de Janete Clair, que Gloria Pires fez sua estreia nas telenovelas, com grandes nomes no elenco: Regina Duarte, Francisco Cuoco, Dina Sfat, Carlos Vereza, Mário Lago entre outros. 
A pequena Fátima, filha de Dona Irene (Agnes Fontoura), morava na pensão em que Cristiano (Francisco Cuoco) e Simone (Regina Duarte) se hospedam ao chegar à cidade grande.


Confira cenas da Fatinha 📺

Atrevida, né? Já mostrava o por que seria considerada uma grande atriz.

Aos 10 anos de idade, pouco depois de ter trabalhado em 'Selva De Pedra', Gloria retornou em uma novela das 20 horas na Globo. 📺
Em 'O Semideus' ela viveu a menina Ione, filha dos donos de uma barbearia, Azevedo (Castro Gonzaga) e Juventiva (Gracinda Freire). Ela fazia parte do núcleo do ator Ziembinski, intérprete do Padre Miodek. 



Entre 1974 e 1976 Glorinha se destacou também em programas de humor, como “Uau”, “Satiricom”, “Faça Humor, Não Faça Guerra” e “Chico City”, neste último teve a oportunidade de atuar ao lado de nomes como Chico Anysio e seu pai Antonio Carlos Pires. ✨✨

🗨“Aprendi muito com os pequenos papéis que representei. Naquela época, os programas era gravados no Teatro Fênix, no Jardim Botânico. Foi ali que convivi com as feras do humor. Ouvi muitas dicas deles e cada vez mais aquele universo me fascinava.”(Gloria - Biografia 40 anos de Gloria.p. 51
Nizo Neto, filho de Chico Anysio era seu parceiro de cena em Chico City. 

Gloria  fez parte do elenco de 'Duas Vidas', novela escrita por Janete Clair. Na trama ela era a jovem Letícia filha de Osvaldo, interpretado por Luís Gustavo, um pai ausente e trambiqueiro. 

Recentemente o Vídeo Show fez uma linda homenagem ao ator Luis Gustavo no quadro "Meu Vídeo é um Show" e mostrou uma cena dele com a Gloria na novela.

É só apertar o play!


Como Marisa, em 'Dancin’Days', Glorinha caiu no gosto do público: 🗨‘Foi a novela que me tornou conhecida’, contou a atriz para o Vídeo Show - Você pode conferir no vídeo abaixo. 

Na trama de Gilberto Braga, ela interpretava a filha mimada da protagonista Júlia, papel de Sônia Braga. Marisa era criada pela tia Yolanda Pratini (Joana Fomm) e não tinha um bom relacionamento com a mãe, Júlia Matos (Sônia Braga) - que ficou presa por muitos anos. 
Ao sair da cadeia seu primeiro desafio foi reconquistar o amor da filha, Marisa. Yolanda, com medo de perder a sobrinha, dificulta a aproximação entre mãe e filha. A rivalidade entre as duas irmãs era o tema central da novela que foi puro sucesso e colocou todo mundo para dançar.  




Pausa para trilha: 📻
"Abra suas asas, solte suas feras, caia na gandaia, entre nessa festa..." 💃🕺



Na trama Glorinha contracenou com seu grande amigo Lauro Corona, com quem fazia par romântico. ❤







Confira cena emocionante de Dancin' Days

Zuca foi sua primeira protagonista. A história da caipira que se apaixona pelo moço da cidade grande caiu no gosto do público e se tornou um dos maiores sucesso da rede globo no horário das 18 horas.  🤗
Zuca, charmosa na sua simplicidade quase inocente, era filha de Zé da Estação (Carlos Duval) e Siá Bina (Ana Ariel). Noiva de Tobias (Roberto Bonfim), rompe o compromisso quando conhece Luís Jerônimo (Fábio Jr.), enfrentando tudo e todos pelo seu amor.


De cabelo curtinho Glorinha deu vida a Sandra, sua personagem em 'Água Viva'. Na trama a filha única de Miguel (Raul Cortez) e Lucy(Tetê Medina), perde a mãe em uma explosão de barco e além do dilema da perda, enfrenta a fase jovem, a difícil decisão de escolher uma profissão e a chegada da madrasta Lígia(Betty Faria), por quem seu pai se apaixonou. 
Ao final da trama ela se apaixona pelo amigo Bruno (Kadu Moliterno). É em Água Viva que Gloria e Kadu formam o primeiro par romântico. ❤ Em 2013 o Canal Viva reprisou a novela deixando todos os fãs da trama enlouquecidos, toda noite a letra da música de abertura pintava na timeline acompanhado da hashtag da novela. #ÁguaVivaNoViva 
 "Menino do rio, calor que provoca arrepio, dragão tatuado no braço..." 🎶


Cenas de Sandra - Água viva


'As três Marias' contava a história de amizade entre as jovens Maria José (Gloria Pires), Maria Augusta (Nádia Lippi) e Maria da Glória (Maitê Proença), que se conheceram no Colégio Vilmont, na Suíça e se reencontram anos depois, no Rio de Janeiro. 💁‍♀🙋‍♀🙆‍♀
Maria José é uma jovem amargurada, que sofre com os problemas de relacionamento entre os seus pais.  As três personagens encontram na amizade uma forma de superar a dor e os dramas da vida pessoal. O problema é que elas se apaixonam pelo mesmo homem, o publicitário Lucas (Kadu Moliterno). 😱😲(Memória Globo) 


Uma das curiosidades é que Gloria Pires cantava o tema de sua personagem, a música "Coração" que era tema da Jô.  OUÇA AQUI 📻


Em 1982 foi a estreia da Gloria no cinema, dirigido por Fábio Barreto, baseado em um conto de Bernardo Élis. 🎬
Sua personagem era uma índia da região de Goiás, Put'Koi (Gloria Pires), que se apaixona por um cabo do Exército Silvério (Nuno Leal Maia), encarregado de resolver determinadas irregularidades em um garimpo. A trilha ficou por conta de Caetano Veloso, que compôs a música ‘Luz do Sol’ inspirada na Glorinha. 


🎶"Luz do sol 
Que a folha traga e traduz 
Em verde novo 
Em folha, em graça, 
em vida, em força, em luz..."🌿🌞☀


Em 'Louco Amor' Gloria interpretava Claudia. “Uma jovem simpática, inteligente e extrovertida. Apesar do evidente talento, tem dificuldade para conseguir emprego. É ambiciosa, no bom sentido, pois quer alcançar realização profissional e afetiva. ” 


 
No filme 'Memórias do Cárcere' Gloria interpretou Heloísa esposa do escritor Graciliano Ramos. "O roteiro é uma adaptação do livro homônimo de Graciliano Ramos, em que é contada a fase que o escritor, autor de Vidas Secas, esteve preso sob ordens da polícia do Estado Novo no Brasil." Vale a pena conhecer a história de um dos importantes escritores brasileiros. Confira aqui!

Em 'Partido alto' Celina, personagem de Gloria é uma jovem, excelente aluna que  ”tem personalidade forte e é independente, sempre entrando em conflito com o pai por não aceitar seu envolvimento com a contravenção. Na verdade, vive um drama: sente-se na obrigação de ser fiel ao pai e às suas origens, mas identifica nele tudo o que reprova e combate. É aluna do professor Maurício(Cláudio Marzo), com quem tem uma estreita relação, e namorada de Fernando(Roberto Bataglin)". 
Uma curiosidade é que ”Gloria, começou a gravar a minissérie O Tempo e o Vento (1985), no papel de Ana Terra, ainda durante as gravações de Partido Alto". 

Em sua primeira minissérie,  Gloria interpretou Ana Terra, personagem que também foi interpretado por Cleo em 2014 no filme 'O Tempo e o Vento'. 
A minissérie conta um pouco da história de formação do estado de Rio Grande do Sul, através da família Cambará e as lembranças de Bibiana: sua avó Ana Terra, seu marido Capitão Rodrigo Cambará, seu filho Bolivar e a ligação deste com Luzia, "a Teiniaguá", seu neto Licurgo. 
"Entre as cenas marcantes de sua personagem, Gloria destaca a sequência em que dá luz a Pedro, sozinha, depois de ter sido rejeitada pela família”. Realmente, é uma cena emocionante, assim como a cena em que o pai de Ana Terra abraça seu neto, Pedro, pela primeira vez. 😭 
A minissérie foi  vendida para mais de 20 países. 👏👏

💋💋💋 Em 'Besame Mucho', Gloria interpreta Olga. “O filme relata a trajetória de dois casais de amigos, Xico e Olga(José Wilker), e Tuca(Antonio Fagundes) e Dina(Cristiane Torloni): o romance no interior, o casamento, o sexo, a carreira profissional, os fatos políticos das décadas de 60 e 70, e como a canção Besame mucho interferiu em suas vidas.”


Início do século XX, uma jovem é prometida ao banqueiro Francisco Monserrat(Carlos Vereza) para sanar as dívidas de seu pai, um industrial falido. Esse é o o maior dilema da personagem de Gloria em 'Direito de Amar'. A jovem, bela, doce e meiga, tem uma personalidade forte, mas aceita o casamento arranjado.  Depois de conhecer Adriano(Lauro Corona) e se apaixonar, Rosália descobre que o seu grande amor é filho do banqueiro Monserrat.💔 Tadinha!!  😔😕




Em 2012 o Vídeo Show exibiu por duas semanas uma sequência contando a história da novela 'Direito de Amar' no quadro 'Novelão da Semana'.  
🎥 Confira aqui!



Para os fãs da novela Vale Tudo, basta ouvir o nome Maria de Fátima para associá-lo ao desprezo da personagem de Gloria por ter esse nome... "eu não suporto esse nome de pobre". Jovem ambiciosa e sem escrúpulos, Fátima tem um desejo de ascensão social quase doentio e não mede esforços para vencer na vida. Vende a casa em que mora com a mãe(Regina Duarte) e muda-se para o Rio de Janeiro em busca de uma vida melhor.
"ODEEEEEEEEIO VOCÊ!!"

Apaixonada por César(Carlos Alberto Riccelli), um cafajeste ao nível dela, casa-se por interesse com Afonso Roitman(Cássio Gabus Mendes) e conquista a tão sonhada riqueza, mesmo contrariando a mãe. 
Fátima foi considerada a filha mais ingrata da TV brasileira e está entre as personagens que Gloria mais curtiu fazer.😎 E nós adoramos assistir! 😄
 
Em 1988 'Vale Tudo' ganhou o troféu APCA de melhor novela 🏆 e Gloria Pires o APCA de melhor atriz 🏆, sendo exibida em mais de 30 países. 🌍 Em 2016, foi eleita pela revista Veja a "melhor telenovela brasileira" de todos os tempos. 🏅

Atualmente a trama está sendo exibida no Canal Viva pela segunda vez e segue na liderança do canal, confirmando sua qualidade e o quanto é atemporal. Vale MUITOOOOOO rever!! 


 
Gloria interpreta Sandra em 'Jorge, um brasileiro' “filme brasileiro de 1988, do gênero drama, dirigido por Paulo Thiago, e com roteiro baseado no romance homônimo de Oswaldo França Júnior. O filme teve um milhão de espectadores nos cinemas do Brasil em 1988” 🎫


Autêntica, esse pode ser um bom adjetivo para Sarita, personagem da Gloria na novela 'Mico Preto'. Diferente de todos os personagens até então interpretados por ela, Sarita era a comédia em pessoa. Expansiva e trambiqueira, a noiva de Firmino (Luis Gustavo), era uma trapaceira que esconde dele o fato de trabalhar em uma boate. Ingênuo e apaixonado por Sarita, Firmino cede a todos os seus pedidos.  
Buscando se dar bem, em determinado momento da história Sarita é contratada para se casar com o deputado José Maria (Marcelo Picchi), um homossexual que está se candidatando a governador.   

Gloria e Miguel Falabella dividiram muitas cenas engraçadas. Era impossível não rir com esses dois em cena. 🖱 Aqui tem um trechinho desse  divertido encontro.  


No inicio da trama Stella Barreto, é uma mulher fina, elegante, casada com um médico mentiroso e mulherengo interpretado por Antonio Fagundes. Ela descobre toda farsa dele e decide mudar de vida, de mulher passiva e dona de uma bela mansão, muda-se para um apartamento e decide voltar a trabalhar. Nessa nova aventura conhece Rodolfo(Kadu Moliterno) por quem acaba se apaixonando. ❤ Ao longo da trama ela descobre que vai realizar o grande sonho de ser mãe, mas... Stella só não desconfiava que Rodolfo não era o pai.😱
Quem lembra do tapa?

📢🚨 Alerta spoilers: Rodolfo era estéril e na verdade o filho que Stella estava esperando era de Felipe, seu ex marido. 


Pode tocar Sexy Iemanjá porque chegou a hora de falar de 'Mulheres de areia'... aêêêê 🙌
"A noite vai ter lua cheia..." 🎶
É SUCESSO QUE FALA, NÉ? Então... quem que é noveleiro e nunca ouviu falar de Ruth e Raquel, as gêmeas mas amadas e odiadas da tv brasileira? E de Tonho da Lua? Se você não ouviu falar deles, sinto muito migo, mas você não é noveleiro raiz. 😂😂
Ruth a irmã boazinha que se apaixona por Marcos(Guilherme Fontes), é impedida pela irmã, Raquel, de viver esse grande amor. Percebendo que Marcos é um rico empresário, Raquel decide tomar a frente da irmã e se passando por Ruth, conquista o bonitão. 

A irmã má por diversas vezes mereceu apanhar...

Mas que a Raquel é a rainha do deboche, 
isso não dá pra negar! 

As gêmeas renderam a Gloria os prêmios APCA, TV Press e Troféu Impressa na categoria de Melhor Atriz de 1993. 🏆
 Mais que merecido,né? 😎👏

E essas duas juntas? ❤
Recentemente o Vídeo Show fez uma reportagem especial para comemorar os 25 anos da segunda versão de Mulheres de Areia e promoveu um encontro entre Gloria e Eva Wilma, interprete de Ruth  e Raquel na primeira versão, em 1973. 🎥 Confira aqui. 



Depois de viver as gêmeas, Gloria teve a oportunidade de interpretar Maria Moura, a protagonista de um dos livros da grande escritora Rachel de Queiroz. 📗

💬"Maria Moura é muito mítica, uma heroína! E vem de um romance lindo. Foi um trabalho maravilhoso e puxado. Tudo tinha que ser gravado em fazendas porque não podia ter poste, prédios, barulho de caminhão... Não existia computação gráfica! O acesso aos lugares era difícil! Andávamos seis quilômetros numa estrada de terra com roupas quentes e armas pesadas.  Mas valeu a pena". Declarou Gloria em uma entrevista que deu ao site Extra em 2013, na ocasião a atriz reviveu Maria Moura para uma foto especial. 🐴

Confira o resultado abaixo. 
 Ao final da foto a atriz se emocionou. Incrível, né?

O filme brasileiro indicado ao Oscar em 1996 conta a história de uma comunidade rural no Rio Grande do Sul em 1910, composta por imigrantes italianos. "Dois casais muito amigos se unem para poder sobreviver e decidem morar na mesma casa. Mas o tempo faz com que a esposa (Patricia Pillar) de um (Alexandre Paternost) se interesse pelo marido (Bruno Campos) da outra (Gloria Pires), sendo correspondida." Diante da traição Pierina, personagem de Gloria, tem que lidar com a situação de ser trocada por seu marido. 



"A história do amor proibido entre o índio Peri e a jovem branca. O relacionamento se concretiza com o consentimento do pai da moça, graças ao ataque dos índios Aimorés à fortaleza de sua família. É quando o fidalgo pede a Peri que salve sua filha."



Cuidado!! Essa carinha da foto engana!!
Em 'O Rei do Gado' sua personagem era a falsa herdeira de Jeremias Berdinazzi (Raul Cortez) que armava um plano para ficar com sua fortuna tendo como comparsa o Fausto (Jairo Mattos), advogado de Jeremias. Após descoberta a farsa, a falsa Marieta era na verdade a Rafaela, que  acabou herdando uma fazenda do 'tio' e foi cuidar dos seus negócios, claro, depois de ter aprontado todas.

😇😈 Sabe aquele personagem que você ama e odeia, essa era a Nice no início da trama. A ambiciosa babá usou de todas as armas para conquistar Rodrigo (Kadu Moliterno), o irmão de sua patroa. Nice vai trabalhar na rica mansão dos Medeiros como babá de Théo, filho da irmã de Rodrigo, Stela (Maria Padilha) e do cunhado, Tadeu (Daniel Dantas). Ela passa a planejar o dia em que deixará de ser pobre e se transformará na dona daquele casarão.💰👠
 Mas  sua ambição vai além, ela se apaixona de verdade por Rodrigo e enfrenta tudo e todos pelo homem que ama. É uma batalha e tanto!
Com o decorrer da trama o público esquece o lado "mau" da Nice e torce pela sua difícil felicidade. 
Confira um resumão dessa história de amor aqui.

Em Pequeno Dicionário Amoroso  Gloria interpretou a Bel, ex esposa de Gabriel(Daniel Dantas). Dois jovens que se conhecem por acaso, se apaixonam, se questionam e se separam.
"O filme traz todos os verbetes possíveis numa relação amorosa, da atração a separação passando pelas coincidências, felicidade, jogo, juramento, pesadelo, revanche… e à teimosia do amor. São, literalmente, as desordens da paixão em ordem alfabética." 📓

"Mas que perturbação" essa era uma das falas preferidas da Lavínia quando Valdomiro insistia em dizer que ela era Inês. A trama começa com a personagem de Gloria se passando por Inês, uma moça calma, ingênua, meiga e do bem que perde a memória em um acidente de carro provocado por Valdomiro(José Wilker). Eles se apaixonam e ela compre o plano de sumir da vida dele deixando ele sem seu "império". 💎💎 Capítulos mais tarde surge Lavínia, uma mulher intempestiva, brava e atrevida.  No decorrer da trama o público e o protagonista descobrem que Lavínia e Inês são as mesmas pessoas e apesar dos "arranca rabos", como o nordestino falava, eles se amam de verdade. ❤💎

📢🚨Alerta spoilers: O último capítulo da novela tem uma cena linda... Valdomiro indo atrás da mulher grávida do seu filho, com direito a beijo de parar o trânsito.🚦🛑
   
Com a morte da mãe, a partilha dos bens é o motivo para as quatro irmãs da foto se reunirem novamente, como nos tempos de criança. 💁‍♀🙆‍♀🙅‍♀🙋‍♀

As divergências são inevitáveis, pois elas seguiram caminhos muito diferentes: Selma,personagem da Gloria, é a irmã mais conservadora, está casada com um militar e leva uma vida disciplinada na Tijuca. Juntas Regina(Andréa Beltrão), Lucia(Lília Cabral), Laura(Paloma Duarte) e Selma vão relembrar a infância e valorizar a importância dos laços afetivos e da convivência em família. É um filme divertido e ao mesmo tempo emocionante. 


Sobre 'Desejos de Mulher' bastam dois nomes: CHICO E JULIA!🔥 Por esses dois sobram motivos para os fãs implorarem por uma reprise dessa novela. 
Claro, além da química absurda de Gloria Pires e Edu Mocovis, a novela trouxe uma trama ousada e divertida. Regina Duarte era Andrea, irmã adotada de Julia, e na trama tivemos o prazer de ver essas duas juntas novamente na nossa telinha.  📺
Como a novela é quase uma raridade, o Blog reuniu as cenas da Julia disponíveis na internet, basta conferir a playlist aqui. 🖱 

Em seguida outra Júlia cruzou o caminho da Gloria. Essa era a dona e administradora da Belíssima, reconhecida e luxuosa fábrica paulista de roupas íntimas. Muito discreta e reservada, no início da trama ela vive à sombra de sua falecida mãe e tem dificuldades de encontrar seu próprio espaço e sofre também com as maldades de sua avó Bia. Isso muda ao conhecer o charmoso André(Marcelo Antony) por quem se apaixona. Não demora muito e ele dá um golpe na "amada" tirando das mãos de Julia a presidência da Belissima. 💔 
É ao lado de Nikos(Tony Ramos) ela junta todas as forças e reconquista seu espaço na empresa.  

📢🚨Alerta spoilers: Julia termina a trama com o grego Nikos, depois de perceber que ele é o homem de sua vida. As últimas cena deles juntos é a coisa mais linda!!

Atualmente você pode conferir a trama nas tardes da globo no 'Vale a Pena Ver de Novo'.📺

Com cabelos mais claros e íris cor de mel, Glorinha deu vida a Helena. Não, não estamos falando de nenhuma novela do Manuel Carlos e sim do filme brasileiro que levou mais de 3 milhões de pessoas ao cinema. A pérola é 'Se Eu Fosse Você' uma comédia maravilhosa de assistir em que traz Gloria e Tony Ramos trocados de corpo, isso, ele sendo ela e ela sendo ele, quer dizer, Helena no corpo de Cláudio e Cláudio no corpo de Helena.
Se você ainda não assistiu e ficou confuso... aproveita o próximo sábado de folga, faz uma pipoca, clica nesse 🖱 link e assiste.  
É babado. 

 
Aaaaah gente, para!! Quem assistiu Paraíso Tropical e não torceu por Lúcia e Antenor? Casal mais lindo, super bem construido. Ele autoritário, frio e sem escrúpulos, aprendeu com ela, forte, íntegra e inteligente, o significado do amor, do caráter e de partilhar a vida à dois.


Antenor se apaixona pela mulher que inicialmente seria apenas a mãe do seu futuro filho, mas além de um herdeiro, encontra o amor verdadeiro. 🖱 Aqui no blog tem o resumão dessa história de amor.

Na adaptação do clássico 'O Primo Basílio', de  Daniel Filho, para o cinema Gloria interpretou Juliana, empregada amarga e fria  que passa a chantagear a patroa após conseguir provas da traição dela com o primo. 
A equipe de caracterização teve a difícil tarefa de deixar Gloria feia, quase uma velha rabugenta, como a personagem exigia.

E PÁ!! Um raio caiu duas vezes no mesmo lugar.
Esse fenômeno trouxe novamente às telas do cinema o filme Se Eu Fosse Você
Após brigar com Helena (Gloria Pires) e sair de casa, Cláudio(Tony Ramos) vai morar com o amigo e advogado Nelsinho(Cássio Gabus Mendes). Vivendo uma crise no casamento e em meio ao trâmites do divórcio, eles voltam a trocar de papéis. Para piorar ainda mais a confusão, o casal descobre que a filha deles, de 16 anos, está grávida do namorado. 
Assim como o primeiro, Se Eu Fosse Você 2 é um filme leve e bastante divertido que trás situações do cotidiano do homem e da mulher. 💁‍♂↔💁‍♀


"Baby baby a quanto tempo...
Baby Baby, I love you" 🎶
Baby, uma quarentona, solitária, professora de violão que se interessa pelo novo vizinho(Paulo Miklos). Buscando essa nova aventura, ela deixa de fumar e se muda para o apartamento dele. O filme é autêntico, diferente e tem um humor negro bacana de assistir. 

🚭 'É Proibido fumar' conquistou muitos prêmios de melhor filme nos festivais brasileiros. 🏆


Gloria interpretou Dona Lindu, a mãe do ex presidente Luis Inácio Lula da Silva. “Baseado no livro homônimo escrito pela jornalista Denise Paraná, o filme narra a história de Lula de seu nascimento até a morte de sua mãe, quando é um líder sindical de 35 anos detido pela polícia política da ditadura militar.” 
No filme Gloria atuou pela primeira vez em uma pequena cena ao lado da filha Cleo, que interpretou a primeira esposa de Lula.

A segunda década do século XXI começou do jeito que os fãs gostam. Com sucesso! Norma, a enfermeira humilde e simples do início da trama deu lugar a uma mulher vingativa e poderosa após ser presa injustamente e enganada por Leonardo, o homem que dizia estar apaixonada por ela. 
Em Insensato Coração duas das muitas cenas chamaram muito a atenção do público, a primeira foi quando Léo(Gabriel Braga Nunes) depois de seduzi-la, humilha Norma chamando de feia e velha.
Vontade de dar na cara do Léo.

E a segunda é quando ela revela para Leonardo a mulher poderosa que ela se tornou.
"Norma não, Dona Norma"
Na época os telespectadores foram a loucuraaaa, teve blusa, teve funk e teve o termo "Dona Norma" por três dias nos trends topics do Twitter. 
"Who run the world? Norma."
Gloria repetiu a parceria com Gilberto Braga, autor da novela e Dennis Carvalho, diretor. Venceu o prêmio APCA de melhor atriz e atuou pela primeira vez ao lado de Tarcísio Meira. 



Nanberta x Feliberta. Quem lembra?


Gloria interpretou Roberta Leone, Mulher de temperamento forte e origem humilde, que ajudou o marido a alcançar o sucesso na fábrica. Com a morte do marido teve que tocar os negócios sozinha.
Ao longo da trama Roberta Leone passou a ser disputada por Nando e por Felipe. Os fãs dividiram suas torcidas, mas contrariando a primeira versão de Guerra dos Sexos, Roberta pegou um helicóptero e foi atrás de Felipe. 📢🚨Alerta spoilers 


E quem torcia para Roberta terminar a trama com Felipe adorou o final da novela.


Imagine 23 mulheres "belas belas belas andando na rua como quem passa na passarela..." 🎶 essa era a proposta de 'As Brasileiras'. A maioria dos Estado do Brasil ganharam episódios protagonizado por atrizes. 
Gloria interpretou  Ângela, mãe superprotetora que vivia no Rio de Janeiro. No episódio Gloria teve a oportunidade de contracenar com a filha Ana em seu primeiro trabalho. Foi a coisa mais fofinha ver as duas atuando juntas.😍 A Antonia, segunda filha da Gloria, também fez uma participação no episódio que vale muito a pena rever.  
 Gloria e Ana - Ângela e Malu

Em Flores Raras Gloria interpretou Lota de Macedo Soares. O filme é "baseado na história de amor real entre a poetisa americana Elizabeth Bishop e arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares. O filme trata a história dessas duas mulheres e suas trajetórias. ”  
Mais de 90% do filme é em inglês e Gloria mostrou talento e domínio ao atuar em outro idioma.



Em Irmã Dulce ela fez uma pequena participação interpretando a Mãe de Dulce.

Quem era fã do seriado 'A grande Família' não conseguia imaginar o casal mais fofo das noites das quintas-feiras da globo sendo interpretado por outros atores, mas foi o que aconteceu. 
O último episódio de A Grande Família fez uma releitura do seriado e convidou vários atores, entre eles Tony Ramos e Gloria para os papeis de Linel e Nené.♥ 
Foi uma bela homenagem!


Babilônia... Como esquecer Beatriz? IMPOSSÍVEL!


Que mulher bonita, elegante ambiciosa e inescrupulosa. Ela era a definição do Deus me livre, mas quem me dera. 😂😂 Beatriz casou-se com Evandro(Cássio Gabus Mendes) por interesse e durante muito tempo comandou a construtora dele, fazendo várias maracutaias para desviar dinheiro para suas contas no exterior. Considerava-se acima do bem e do mal, tendo sido capaz de mentir, roubar e até matar.🔫 Não contava que iria se apaixonar por Diogo(Thiago Martins), filho de uma das pessoas que ela assassinou. 

Quem acompanhou a novela viva tentado a torcer por Beatriz, mesmo ela sendo uma cobra. Sem falar na química estrondosa entre Beatriz e Diogo. 
#DioTriz


Nunca uma protagonista fez tanto jus ao título do filme, de fato Gloria estava Linda de Morrer nas cenas como interprete de Paula Lins, uma cirurgiã plástica que encontra a fórmula para o fim das celulites. Essa "descoberta" deixa as mulheres enlouquecidas, primeiro por conta da procura pelas pílulas e segundo pelo efeito colateral que o remédio gera.💊
Uma comédia leve, mas que no fundo trás uma reflexão muito válida. Além da crítica à busca incontrolável pela beleza, a importância da relação entre mãe e filha é um ponto alto da história. Novamente Gloria teve o prazer de atuar ao lado da filha Antonia que junto com o personagem de Emílio Dantas protagonizou cenas ótimas.

"E se perguntar o que é o amor pra mim..." 🎶 Anos depois, o Pequeno Dicionário Amoroso foi reformulado, em 2015 a continuação do filme trouxe novas reflexões sobre o amor e as formas de amar, atualizando esse dicionário. Assim como no primeiro filme, Gloria fez participação no segundo, que contou com os mesmo atores como protagonista - Andrea Beltrão e Daniel Dantas.🔮

Sabe aquele filme que o fã morre de orgulho de indicar a um amigo? Nise – O coração da Loucura é um deles. Dono de vários prêmios internacionais, o filme foi lançado em 2016 e trás Gloria Pires interpretando a doutora Nise da Silveira, uma psiquiatra pioneira da terapia ocupacional no Brasil. “Ao sair da prisão, a doutora Nise da Silveira volta aos trabalhos num hospital psiquiátrico no subúrbio do Rio de Janeiro e se recusa a empregar o eletrochoque e a lobotomia no tratamento dos esquizofrênicos. Isolada pelos médicos, resta a ela assumir o abandonado Setor de Terapia Ocupacional, onde dá início a uma revolução regida por amor, arte e loucura."
  Impossível não se emocionar!


Em 2016 outro desafio chegou para Gloria: interpretar uma juíza de vara de família, em atuação e que trata de assuntos bastantes delicados. Assim foram as duas temporadas da série 'Segredos de Justiça', exibida no fantástico com direção geral de Pedro Peregrino. Em cada episódio era contado um conflito de família em que a juíza Andrea Pachá decidiria, de acordo com a lei, quais decisões tomar.

Impossível falar da mais recente personagem da Gloria na TV e não lembrar da montanha russa que foi a vida da Beth. 🎢 Sabíamos que ela ia sofrer, apertamos os cintos e embarcamos na história, maaaaaas o cinto estava frouxo, porque foi muito tombo. 😅
Beth tinha o sonho de ser estilista, mas é obrigada pelo sogro a forjar a própria morte e a se afastar de todos que ama. Após desaparecer, trocar de identidade e ser conhecida apenas por Duda, ela entra num processo de autodestruição em função da bebida e da depressão. Vai vagar por várias cidades até voltar para o Tocantins, sua terra natal”. No meio disso tudo ela acaba encontrando sua primeira filha que lhe foi tirada após o nascimento.

Ao longo da trama a "bichinha" sofreu, e a gente sofreu junto. Beth proporcionou muitas cenas marcantes para a carreira da Gloria. A história de mãe e filhas, os reencontros, julgamentos, a superação do alcoolismo e finalmente a paz por de fato se encontrar no mundo. 

Com uma série de atores talentosos, como Fernanda Montenegro, Lima Duarte, Eliane Giardini, Laura Cardoso, Juca de Oliveira... além da jovem Bianca Bin, 'O outro Lado do Paraíso' foi um novelão.
É OU NÃO É UMA CARREIRA BRILHANTE ??
Com mais de 50 personagens e muitas histórias vividas.

Nós, fãs, morremos de orgulho e temos motivos de sobra para parabenizar essa grande MULHER por seus 50 anos de  arte e 55 anos de vida.
NÓS TE AMAMOS, GLORINHA!!

Muito bom relembrar, né? Conte nos comentários qual personagem você mais gostou, qual marcou sua vida, um momento especial com Gloria, uma cena que você não esquece e os parabéns por essa #TrajetóriaDeGloria.😍

Realização:
Equipe do Blog Memorial Gloria Pires

Fontes:
Acervo Pessoal
Mémoria Globo
Site Gloria Pires
Biografia 40 anos de Gloria 
Google Imagens
Wikipédia
Blog Memorial Gloria Pires