terça-feira, 15 de abril de 2014

Gloria Pires fala sobre o filme 'É Proibido Fumar', em vídeo exclusivo

Ela interpreta a solitária Baby, que precisa se livrar do cigarro por amor.

"Eu amo música", conta Gloria Pires, que aponta essa como uma das características em comum com Baby, personagem da atriz em "É Proibido Fumar" (2009), filme que a Globo exibe na Sessão Brasil, na madrugada de segunda, dia 21, para terça, às 3h18 (horário de Brasília), logo após Programa do Jô.


Com uma atuação aclamada pela crítica, Gloria ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. A atriz acredita que as pessoas se impressionaram porque não esperavam vê-la interpretando uma personagem tão diferente como Baby.

Em "É Proibido Fumar", Baby é uma mulher de meia-idade, solteira e solitária, que se apaixona pelo seu vizinho, Max (Paulo Miklos). Entretanto, para os dois ficarem juntos, ela precisa largar seu único relacionamento duradouro: o com o cigarro.


Gloria fez algumas aulas de violão e regravou a música "Tatuagem", de Chico Buarque, para a trilha sonora do filme. Para a atriz, apesar de o filme ser uma comédia, ele tem um humor diferente e sempre traz uma surpresa: - Parece que tem sempre algo por vir, ele passa a sensação de que algo vai acontecer. Isso é muito interessante porque não fica só na comédia. O filme tem uma pegada realista, mas ao mesmo tempo tem uma coisa meio louca. Gosto muito do resultado".



Fonte:

Nenhum comentário: