terça-feira, 8 de março de 2016

Gloria Pires confessa: "O que me manteve em pé foi minha verdade"

Bem-humorada, ela cria camisas com seus comentários no Oscar 

O susto inicial deu lugar ao bom humor quando Gloria Pires (52) tomou conhecimento das críticas aos seus comentários durante a transmissão ao vivo do Oscar 2016. “Fiquei assustada com a reação das pessoas de que eu não tinha me informado nem visto os filmes. Como alguém pode falar isso? Ninguém nem me perguntou. É uma presunção doida. Assisti à grande maioria, só não vi alguns, como as animações e O Filho de Saul (eleito Melhor Filme Estrangeiro)”, desabafou ela, que viu frases suas como “sou ruim de previsões” e “não sou capaz de opinar” virarem memes na internet. 

Mas a estrela, com seu alto-astral, tirou proveito da situação em prol de uma ação solidária. Através de seu site Bemglô, lançou uma linha de camisetas com algumas de suas frases na noite da premiação, revertendo a renda para a ONG Amparando JG, que acolhe famílias em situação de extrema pobreza em Jardim Gramacho, Duque de Caxias, Baixada Fluminense. “Comecei a ver os memes e me diverti, achei graça. De alguma forma, isso precisava servir para uma coisa boa. A ideia vai ao encontro do que fazemos no Bemglô. Compartilhamos o que faz bem. Se podemos ajudar, tudo muda de figura e aí tudo valeu a pena”, acrescentou a mulher do cantor Orlando Morais (54).

Falaram que parecia que você não queria muito estar lá, não estaria empolgada? 
Talvez possa ter havido falha de comunicação sobre a ideia da minha participação. Não estava ali como o José Wilker, por exemplo, que era um homem de cinema e por muitos anos comentou a premiação. Para isso, tinha os jornalistas Artur Xexéo e a Maria Beltrão. Quando vejo comentários a respeito do que for, tenho a sensação de que as pessoas são extremamente agressivas na internet, de que querem extravasar uma frustração, uma raiva ou o fato de acharem que não tem voz. Mas recebi as manifestações garantindo que foi libertador me ver dizer que não sou capaz de opinar. É uma forma de desapego da vaidade em favor da sua cara limpa. É o que sou, se não está bom, desculpa, mas é o que tenho para hoje. 

Magoou-se com as críticas? 
Não me magoou e não acho que isso tenha afetado o meu trabalho, o que já fiz. Imagino que tenha começado como uma brincadeira e algumas pessoas acabaram levando a sério. Mas não vejo mesmo motivo para tanta loucura. E não está em julgamento a Gloria Pires atriz. 

Toparia participar novamente da transmissão? 
Sim, se não tiver que ser algo diferente do que sou. A melhor arma que se pode ter é a sua verdade. É dentro disso que trabalho e vivo. Não sei ser cínica, não jogo verde nem invento mentirinha para ficar bem na foto. 


Que lição tira disso tudo? 
Que é sempre importante você estar na sua verdade. Quando acontece um evento desses, o resultado é derrocada, a pessoa baixa no hospital, arruína a vida. O que me manteve em pé foi a minha verdade. Tinha chegado de viagem do festival de cinema de Punta Del Este, onde o filme Nise – O Coração da Loucura, que protagonizo, foi apresentado como hors-concours e onde fui homenageada. Podia estar cansada, mas estava feliz de estar ali. Só não podia opinar sobre coisas que não são da minha área, fui chamada para participar como atriz. 

O apoio da família foi incondicional e importante? 
A família é a pedra fundamental, o que nos sustenta. Por isso ofereço a eles todos os prêmios que recebo como atriz. 

Quais os projetos agora? 
No início de abril, antes da estreia aqui no Brasil, vamos levar o Nise para o Festival de Cinema Brasileiro de Paris, um dia antes do meu aniversário de 28 anos de casamento com o Orlando, que é um companheiro de vida. Fora a coisa romântica e a admiração artística, temos uma parceria de entendimento recíproco, eu diria que uma ‘brodagem’ muito profunda que se desenhou desde o início.


Fonte:

Nenhum comentário: