sábado, 12 de fevereiro de 2011

O show de Gloria Pires em Insensato Coração – Parte 1


Você vai estranhar esse “Parte 1” no título da crítica. Mas explico: eu iria esperar passar a primeira fase de Insensato Coração para falar sobre o trabalho de Gloria Pires na novela. Mas não aguentei esperar porque estou simplesmente dominado pela interpretação genial que a atriz está dando para a bobalhona da Norma. Na segunda parte da história, assim que sair da cadeia, a personagem mudará da água para o vinho. Escreverei, então, outro comentário sobre o que Gloria irá aprontar para fazer de Norma, uma mulher simplória e ingênua, um poço de rancor e desejo de vingança.
Mas vamos por partes… Alguém já viu uma criatura mais mocoronga do que a Norma? É sensacional o trabalho corporal que a atriz desenvolveu para sua personagem. Ombros caídos, maneira mansa de falar, falta de vaidade e um olhar vazio e sem vida… Tudo isso é criação de Gloria. Até nesses mínimos detalhes ela é impressionante. Norma tinha uma expressão opaca no olhar, que mudou quando ela se envolveu com Armando/ Léo (Gabriel Braga Nunes). Surgiu aí um brilho de esperança, obra do trabalho genial de uma profissional no ápice de seu talento. Mas isso nem é uma novidade, porque Gloria Pires é uma atriz minimalista. Ela não precisa de gritos, cuspes, caretas para atuar. É dona de uma naturalidade absurda e, aparentemente sem esforço, passa todas as informações que quer para o espectador. E cada aparição que faz na telinha é um acontecimento.
Na cena em que Norma é humilhada por Léo da forma mais cruel que já vi, Gloria virou um “monstro”. Sua dor e decepção tocou fundo no público e foi impossível não se emocionar com ela. Logo em seguida, outro arraso, ao descobrir que Silveira (Hugo Carvana) morreu em função do roubo de seus dólares e que ela era a principal suspeita do crime. O desespero contido da enfermeira foi outra punhalada no nosso coração. Haja emoção! Para nossa sorte – e principalmente da atriz – Gabriel Braga Nunes é um parceiro à altura. O ator vive um momento muito especial e consegue brilhar mesmo tendo a seu lado uma atriz acostumar a ser o centro das atenções.
Gilberto Braga e Ricardo Linhares manterão a pobre coitada presa por um crime que não cometeu durante cinco anos. É claro que teremos uma rápida passagem de tempo e, quando for libertada, surgirá uma nova Norma. Ela vai virar uma mulher cruel, rancorosa, vingativa… Sedenta pela destruição do homem que arruinou sua vida: Léo. Chego a salivar imaginando como Gloria vai processar essa transformação. Mas aí, já é assunto para a tal Parte 2!


Fonte de pesquisa:

Nenhum comentário: