sexta-feira, 1 de abril de 2011

Gloria Pires pode interpretar Marina Silva no cinema

O livro \"Marina: a vida por uma causa\" vai virar filme pelas mãos de Sandra Werneck, mesma diretora do longa-metragem \"Cazuza\". As informações foram divulgadas nessa quarta-feira (30) pela editora que publicou a biografia da ex-senadora e candidata à presidência Marina Silva. A jornalista Marília de Camargo César, autora do livro lançado em 2010 durante a campanha eleitoral, recebeu a proposta de Sandra no início de fevereiro. \"Ela me contou que no fim do ano assistiu à entrevista de Marina com o Jô Soares. Disse que gostou muito do livro e depois da leitura, já ficou imaginando as cenas do filme\", conta.

No entando, Sandra primeiro quis ter a certeza que a própria Marina toparia ter sua história mostrada nas telonas. \"Antes da Sandra me procurar, ela falou com Marina. Queria saber se ela aprovaria, não que ela precisasse dessa permissão. Teve um pouco de dificuldade, porque Marina precisou ouvir a opinião da família e assessores antes\", continuou a jornalista. \"A Marina é uma pessoa muito discreta e não gosta de parecer como uma heroína do Brasil.\" O filme ainda está na fase de pré-produção, não está roteirizado e busca recursos. Deverá ser lançado em até três anos. Para Marília, que se encontrará com Sandra nesta semana para finalizar alguns detalhes, \"o interesse da cineasta é que o longa seja lançado antes das eleições presidenciais\". \"Ela não quer que sirva de instrumento político para Marina, que se candidatará novamente\". Entre os assuntos que serão discutidos na reunião será definir uma atriz que possa interpretar Marina. \"Sandra já apresentou uma opção, mas ainda não está nada definido\", diz a jornalista, que dá sua opinião pessoal de quem seria perfeita para o papel. \"Gloria Pires faria muito bem esse papel. Ela é uma grande atriz\", palpita ela. O livro relata parte da vida de Marina, de 53 anos, que foi criada em um remoto povoado do estado do Acre e lançou sua candidatura à Presidência pelo Partido Verde (PV). Recebeu quase um quinto dos votos, atrás de Dilma Rousseff e de José Serra. \"Sandra é uma cineasta muito séria e respeitada. Sei que o que ela quer mostrar é uma história de superação e luta\", diz Marília.




Fonte de pesquisa:



Nenhum comentário: