sexta-feira, 29 de abril de 2011

Gloria Pires: "Ser atriz não tem nada a ver com dar autógrafo"

Atriz, que vive a enfermeira Norma em "Insensato Coração", fala sobre a reviravolta da personagem e os 40 anos de profissão
QUEM Online
Gloria Pires está fazendo sucesso como a vilã norma de “Insensato Coração”. Em entrevista ao caderno TV, do jornal “O Estado de São Paulo”, de domingo (24), a atriz fala sobre a reviravolta de sua personagem – Norma vai sair da cadeia, depois de matar Araci, personagem de Cristiana Oliveira, e se vingará de Léo, vivido por Gabriel Braga Nunes- e seus 40 anos de carreira.
Sobre sua personagem Norma, a atriz conta que não acha que ela vai virar uma revoltada: “Não acho que ela vira uma psicopata. Mas a gente não sabe o que vai surgir no caminho dela", conta.
Glória acredita que o vilão clássico das novelas acabou faz tempo. “O termo “vilania” é muito difícil. Ele se encaixa num padrão de teledramaturgia que, no meu ponto de vista, acabou. O vilão nada mais é que um empecilho na vida dos heróis da história – a função dele é impedir que as coisas dêem certo. Não acho, por exemplo, que a Odete Roitmam seja uma vilã. Só não é uma pessoa agradável de se ter por perto (risos)", disse ela em referência a novela "Vale Tudo" (1988).
Glória também falou sobre como carrega as referências das personagens que interpreta quando acaba um trabalho. “Novela tem essa coisa: é tão intenso e extenso, que realmente toma sua vida. Por isso, quero mudar cabelo, botar tudo diferente, sumir.”
Com 40 anos de profissão, a atriz revela que já passou por alguns momentos desagradáveis e fala sobre o lado ruim de ser atriz. "Eu tinha 14 anos (na novela "Dancin’ Days", em 1978), era uma menina tímida e passei por muitas coisas desagradáveis – como, por exemplo, estar na praia e vir um monte de gente pedindo autógrafo e querendo tirar foto. Isso era uma coisa que me causava um constrangimento horrível! Tanto é que parei de ir à praia, e hoje só vou quando viajo para algum lugar", disse. "Ser atriz não tem nada a ver com dar autógrafo, tirar foto, dar entrevista. Na minha cabeça, isso sempre foi claro", revela.
Antes de voltar a televisão, Glória morava em Paris com o marido, o cantor Orlando Moraes. De volta ao Brasil, Glória conta sobre a experiência de viver na França. “Tem quem acha que morar em Paris é muito glamuroso. São aquelas pessoas que eu digo que gostam de “causar” – não é que sejam ricas, famosas ou inteligentes, é que só querem “causar”, sabe", disse. "Mas, no geral, para a maioria das pessoas, a vida é muito centrada. E me chamou a atenção de que essa responsabilidade é passada muito cedo para as crianças", conta a atriz que é mãe de Cléo Pires, do relacionamento com o cantor Fábio Jr., Antonia, Ana e Bento do relacionamento com Orlando Moraes.

Confiram aqui a entrevista completa do Jornal O Estado de São Paulo
Fonte de pesquisa:
Foto - Revista Moda Moldes
Quem

Nenhum comentário: