sábado, 13 de agosto de 2011

Entrevista de Gloria Pires na Época

O site da revista Época promoveu semana retrasada um momento onde os fãs poderiam mandar perguntas para a atriz Gloria Pires, as perguntas escolhidas saíram na íntegra mas nosso amigo Vinicius a disponibilizou na comunidade Gloria Pires, confira agora a entrevista.

Qual final você daria para a Norma e o Léo (Gabriel Braga Nunes)?
Jordânia Souza, Belo Horizonte, MG
Gloria Pires – Nunca penso num final para a minha personagem. Não crio expectativas.

Norma não é mocinha nem vilã. Para alguns, é uma justiceira e vem mostrando que tem realmente um “insensato coração”. O público se identifica com a personagem pela vida sofrida na prisão ou por todos nós já termos cometido alguma insensatez em nome do amor?
Victor Crnkovic, São Carlos, SP
Gloria – Creio que as duas coisas, além do fato de ela ser uma mulher comum, que foi pega desprevenida e teve de se superar para permanecer viva. Essas histórias de superação tocam todos nós.

No início da novela, sua personagem a deixou feia (você é linda). Isso não mexe com sua vaidade?
Martha Melo, São Luís, MA
Gloria – Obrigada, Martha! Sabia que seria assim. Gosto de mergulhar fundo nas minhas personagens e contar bem suas histórias. Desafios me encantam.

Qual cena em Insensato coração foi mais difícil de interpretar?
Marcimilia Pereira, Itabirito, MG
Gloria – As cenas que gravamos na prisão Bangu 8. Indescritível o clima pesado do lugar! Fiquei doente no dia seguinte.

Quando você interpreta uma personagem boa, é muito boa. Quando interpreta uma vilã, você é ótima. Prova disso é a Maria de Fátima e a Raquel. Você tem uma quedinha pelas vilãs?
William Bressan, Curitiba, PR
Gloria – Obrigada, William! Creio que o público adora vilãs, isso sim!

Existe algum personagem famoso dos anos 1970 e 1980 que você gostaria de interpretar em um remake?
Patrícia Rodrigues, Betim, MG
Gloria – Sempre tive uma queda por Julia Matos (Sônia Braga), de Dancin’days (1978). Gilberto (Braga) sabia disso e me disse que Norma teria alguns elementos de Julia. Estou satisfeita!

Personagens que marcaram época já retornaram a outras novelas, como Mário Fofoca (personagem de Luiz Gustavo, em Elas por elas e Ti-ti-ti) e Dona Armênia (Aracy Balabanian em Rainha da sucata e Deus nos acuda). Você voltaria a interpretar Maria de Fátima?
Renata Santos, São Gonçalo, RJ
Gloria – Só se fosse a Maria de Fátima senhora, depois de seu casamento de aparências com o príncipe italiano…

Na época de O rei do gado (1996/1997), falavam que você estava insatisfeita com sua personagem, Rafaela Berdinazzi, que ela era perdida na trama e que você nunca mais faria uma novela do Benedito Ruy Barbosa. Isso realmente aconteceu?
Artur José Ferreira da Silva, João Pessoa, PB
Gloria – Nunca digo “dessa água não beberei”, mas estava insatisfeita mesmo.

Você e sua filha Cleo já contracenaram juntas no filme Lula – O filho do Brasil. Tem vontade de repetir a dose em uma novela?
Clara Santos, Salvador, BA
Gloria – Ainda não surgiu nenhum convite… Caso sejam duas personagens legais, por que não?

O que você sente quando assiste a uma cena da Cleo? Quais são suas expectativas para que sua filha Antonia comece a fazer novelas? (Cleo tem 28 anos; Antonia, 19)
Jairane Rodrigues, Vitória de Santa Antão, PE
Gloria – Ver Cleo em cena me emociona, claro! Amei vê-la em Araguaia. Ela tinha cenas memoráveis como índia, nossos antepassados. Antonia está se tornando profissional, porque atriz ela sempre foi. Vamos aguardar os acontecimentos.

Como você trata de assuntos como drogas, sexo, estudos com seus filhos? Como mãezona ou mais como amiga?
Sonia Eneide Aiello Fazzio, Santa Cruz do Rio Pardo, SP
Gloria – A mãe anda junto da amiga. O amor é um laço muito poderoso!

Como você fez e continua fazendo para que o sucesso não suba à cabeça? Pois, apesar de sua humildade, o Brasil inteiro tem grande admiração por você.
Antonio Cláudio, São Luís, MA
Gloria – A realidade é um ótimo antídoto, Antonio. Meus pés estão sempre no chão.

Você começou sua carreira ainda criança. Isso a impediu de ter uma infância normal? Como suas amigas encaravam a colega famosa?
Rita de Cássia Arruda, Balneário Camboriú, SC
Gloria – Sofri bullying na escola em que estudava, aos 11 anos. Mais tarde, aos 14, quando fui escolhida para fazer Dancin’days, saí da escola. Comecei a ter amigos mais velhos, então não havia problemas...

A carreira de atriz já a impediu de fazer algo? Houve alguma coisa que você queria muito mas teve de abrir mão?
Samuel Cruz, Fortaleza, CE
Gloria – Por causa da carreira, não.

Se eu fosse você foi um dos grandes sucessos do cinema recentemente. Como foi participar dele? Existe a possibilidade de mais uma continuação?
Luciano Pelegrino, Rio de Janeiro, RJ
Gloria – Foi uma delícia, do começo ao fim! Não acredito que haja um terceiro.

Como avalia a qualidade das novelas de antes comparadas com as atuais? Qual é sua expectativa para os próximos anos?
Lu Mateus Afonso Gomes, Piquete, SP
Gloria – A novela acompanhou o ritmo de vida dos brasileiros, não poderia ser diferente. Hoje uma novela é maior, e há muita expectativa e cobrança em cada uma. Vou fazer um longa-metragem ao terminar a novela.

Fonte de Pesquisa:

Nenhum comentário: