terça-feira, 18 de agosto de 2015

Babilônia: Após atirar em Beatriz, Inês leva tapa e é estrangulada por Otávio


Por MÁRCIA PEREIRA, em 18/08/2015 · Atualizado às 05h01

Otávio (Herson Capri) se voltará contra Inês (Adriana Esteves) nos últimos capítulos de Babilônia, novela das nove da Globo. O executivo vai defender Beatriz (Gloria Pires) após a vilã tomar um tiro da rival. Ele dará um tapa na cara de Inês, a humilhará e ameaçará descartá-la quando quiser. No meio da briga, ela obedecerá as ordens dele e chamará um médico para atender Beatriz. Só que ela irá até arquiteta, a chutará e cuspirá em sua cara. Otávio voará no pescoço de Inês e só vai largar quando perceber que ela está morrendo.
A parceria entre Otávio e Inês terminará nos próximos capítulos. Ele vai dar apoio a Beatriz a partir de sábado (22), quando ela pedir ajuda após matar Carlos Alberto (Marcos Pasquim). O executivo correrá para a delegacia com um criminalista. Ele chegará ao local beijando a arquiteta na boca e a chamando de meu amor. Inês ficará indignada, mas só vai se rebelar depois que deduzir que Otávio e Beatriz subornaram um funcionário da boate de Guto (Bruno Gissoni) para acusá-la de ter furtado o furador de gelo que matou Murilo (Bruno Gagliasso). 
Ela correrá na mesma hora para o apartamento de Otávio e atirará em Beatriz no meio de uma discussão. Ele chegará em seguida e defenderá a arquiteta. O disparo atingirá o braço esquerdo da filha de Estela (Nathalia Timberg), perto do ombro. Beatriz vai sangrar muito porque o tiro romperá um vaso. A sequência começa a ir ao ar no capítulo de sábado e continua na segunda (24). 
Confira como será a cena: 
Inês: "Eu sou mulher pra atirar em você, sim! Eu não tenho mais medo de nada, não tenho medo de você! Chega de tentar me destruir, Beatriz, chega! Morre, desgraçada!"
Otávio entrará da rua e avançará em Inês, tomando a arma de sua mão.
Otávio: "Imbecil! Falei pra não mexer com ela!"
O executivo se ajoelhará ao lado de Beatriz.
Otávio: "Você está bem? Como é que você está?"
Beatriz: "Tem que estancar o sangue. Me leva para o hospital."
Otávio: "Vou pegar uma toalha. Faz alguma coisa! Pega o livro ali perto do telefone e liga pro doutor Coimbra."
Inês: "Por mim essa vaca sangra até morrer!"
Otávio: "Faz o que eu estou mandando, ou eu acabo com você, eu te esmago, Inês!"
Otávio sairá, com a arma. Beatriz permanecerá no chão, com dor.
Beatriz: "Desprezível, inútil. Nem pra atirar à queima-roupa você serve."
Inês: "Cala a boca!"
Inês procurará o número do médico telefônico no caderninho e fará a ligação.
Inês: "Doutor Coimbra, é da casa do Otávio Vilar, o senhor pode vir imediatamente? É uma emergência. Obrigada."
Otávio voltará com toalhas.
Otávio: "Isso aqui vai estancar o sangue."
Beatriz: "A parasita já ligou para o médico, bem subalterna. Incompetente!"
Inês se aproximará e chutará Beatriz, que uivará de dor.
Otávio: "Chega! Dá o fora daqui! E se você der uma palavra sobre isso com alguém..."
Beatriz: "Você vai deixar ela escapar? Chama a polícia! Ela tem dois assassinatos nas costas, tentou me matar."
Inês: "Dois assassinatos que você cometeu, sua desgraçada!"
Nisso, Inês vai cuspir em Beatriz. Otávio irá até Inês, a pegará pelo pescoço e apertará com força.
Otávio: "Quantas vezes eu já disse? A Beatriz é minha! Se você fizer um movimento contra ela, eu tiro você da Souza Rangel a tapas, eu não preciso mais de você lá, nem em lugar nenhum!"
Inês: "Para, por favor..."
Beatriz: "Eu vou te denunciar pra polícia!"
Otávio soltará Inês, sem ar, quase roxa. 
Otávio: "Não vai! Chega de escândalo! As duas já apareceram em todos os jornais, suspeitas da morte do cafetão. Agora você quer que a presidente da Souza Rangel vá presa por atirar na ex-presidente?"
Inês: "Eu não te chamei pro Brasil pra se meter na minha briga com..."
Otávio: "Sai daqui, enquanto eu estou calmo. Some da minha frente!"

Inês sairá, inconformada.

Fonte:

Nenhum comentário: